A pedido de várias familias, eis que finalmente me organizei para tirar umas fotos decentes ao pratos que geralmente faço para o Congo. Recebo muitos pedidos de ajuda de amigos e alguns leitores para publicar receitas fáceis, sinto que as pessoas tem muita dificuldade em mudar e ainda mais em pesquisar e hoje em dia é tão simples, a internet está cheia de receitas super yummy! E atenção que eu não sou nenhuma chef parisiense, nem tenho especial gosto por cozinhar mas tenho vontade de alimentar o nossa familia com alimentos nutritivos, cheios de vitaminas e fazer o mini perceber a riqueza da alimentação vegetariana, pois nem tudo são as quiches ou saladas! Há todo um mundo para além disso, é apenas preciso vontade e imaginação.

O Congo tem sido, até agora, uma autêntica marabunta, come desalmadamente (quase) tudo, e é daqueles que já é conhecido na escola como o comilão que rouba a comida aos menos esfomeados.  Nisso temos tido muita sorte, ele é daquelas crianças que guincha de felicidade com um taça com bolinhas de grão ou com alperces desidratados.

Para este primeiro atelier de culinária da chef (not Michellin) Noki escolhi dois pratos adorados por todos cá em casa. Tudo o que cozinho para o congo é sem sal enquanto nós (os viciados e com os gostos já alterados) adicionamos os “extras” no nosso prato.

Atenção! Estas estas receitas não são inventadas por mim mas sim retiradas de livros, revistas ou blogues, às quais por vezes faço umas alterações “à minha moda”.

Ora aqui vai, espero que gostem:

Hambúrger Veggie estilo Falafel

Tempo de preparação: 20 min

Tempo de Cozedura: 15-20 min

Cerca de 20 mini hambúrgers

Ingredientes:

  • 2 chávenas de grão de lata (demolhar para tirar o liquido da conserva) ou de grão seco já cozinhado
  • 1 cebola
  • 1 molhe de hortelã
  • 4-6 folhas de espinafres, couve galega ou qualquer outro vegetal de folha verde escura que tenha no frigorifico
  • 1 colher de chá de cuminhos
  • 1 colher de chá de alho seco
  • 1 colher de chá de oregãos
  • 1 colher de chá de paprika
  • 1 colher de chá de sementes de sésamo
  • 3 fatias de pão

Preparação:

  1. Num processador de cozinha pique a cebola o mais pequena que conseguir, depois adicione o grão bem escorrido e misture até obter uma pasta grosseira
  2. Adicione menta a gosto, as folhas do vegetal verde escuro que tiver no seu frigorífico, as especiarias, o alho seco e as sementes de sésamo
  3. Volte a misturar tudo e lentamente vá adicionado as fatias de pão. Vá adicionado pequenos bocados até que a massa fique firme suficiente para enrolar bolinhas sem que se desfaça. (Não se esqueça de humedecer um pouco as mãos com azeite para não colar)
  4. Se preferir pode achatar as bolinhas em hambúrgers
  5. Pre-aqueca o forno
  6.  Disponha os hambúrgers num tabuleiro durante 15-20m a 180 graus

Sugestão:

Pode acompanhar com molho de iogurte e menta, para isso só precisa de um iogurte natural e menta finamente cortada

Arroz de courgette

Tempo de preparação: 10 min

Tempo de Cozedura: 20 min

Porções: 10-12 porções

Ingredientes:

  • 1 caneca de arroz (se preferir faça integral, eu sou daquelas que ainda não descobri o verdadeiro truque para ficar perfeito)
  • 1 lata de feijão preto (demolhado para tirar o liquido da conserva) ou de feijão seco, já cozido
  • 1 lata de milho
  • 1 courgette grande ou 2 pequenas raladas
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 cebola pequena
  • 1 alho
  • sumo de 1-2 limas (depende do gosto de cada um)
  • 1/4 de chávena de coentros frescos

Preparação:

  1. Faça um refogado (à la boa maneira Portuguesa) com alho, cebola e azeite e adicione o arroz. Envolva durante uns segundos, de seguida adicione 2 canecas de água, tape e deixe em lume brando.
  2. Assim que o arroz estiver pronto, tire do lume e adicione o feijão, o milho, a courgette ralada, os coentros, sumo de lima e um pouco de azeite.
  3. Tape durante 5 min
  4. Envolva os ingredientes com um garfo
  5. E está pronto a servir

Sugestão:

Este prato pode ser servido como prato principal devido ao seu teor de proteína completa (leguminosa + cereal) e pelos nutrientes dos restantes vegetais, além de que os miúdos geralmente adoram arroz.

Bons cozinhados e em breve partilho mais ideias!

By Noki

Comments (1)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *